4 cuidados com a instalação elétrica residencial

Durante uma obra ou mesmo uma reforma é fundamental prestar atenção na instalação elétrica residencial para evitar possíveis problemas no futuro. O assunto é sério, pois entre 2013 e 2017 nada menos que 6.215 pessoas sofreram acidentes com eletricidade em suas casas, de acordo com a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel).

cuidados instalação elétrica residencial

Essa situação pode ser agravada quando não tomamos os cuidados necessários na hora de fazer a instalação, já que aumentam os riscos para situações como choques elétricos ou curtos-circuitos, por exemplo, que podem trazer enormes prejuízos.

Neste artigo, vamos mostrar quais são os 4 principais cuidados com a instalação elétrica residencial para evitar imprevistos. Confira!

1. Utilizar material de qualidade

Muitas vezes, com a intenção de economizar dinheiro, as pessoas acabam optando por utilizar materiais mais baratos e abrir mão da qualidade. No entanto, essa economia pode se revelar ineficiente a médio ou longo prazo — e até mesmo trazer riscos a quem vive na mesma casa.

Prefira materiais de marcas conhecidas e que são indicadas por profissionais especializados. Isso garante que os fios, quadros ou equipamentos tenham uma vida útil maior e, assim, darão menos dor de cabeça no futuro.

2. Investir em mão de obra qualificada

Outra maneira de evitar que algum tipo de acidente que envolve a rede elétrica residencial aconteça é garantir que o profissional que vai cuidar dos serviços elétricos é qualificado e tem experiência na área. Isso garante que os materiais utilizados são de qualidade e que você não terá surpresas logo depois que o profissional deixar sua residência.

Busque referências, procure por empresas do ramo na internet e pergunte aos amigos. Quando há algum tipo de indicação, certamente o serviço será mais seguro e bem-feito.

3. Usar equipamentos modernos

O uso de materiais desgastados ou antigos aumenta o risco de acidentes durante a instalação elétrica residencial. Fios desencapados ou derretidos, tomadas antigas, quadros de energia mal distribuídos e as famosas “gambiarras” — resultado de alguma interferência improvisada e, claramente, não recomendável — devem ser evitados e trocados imediatamente.

Substitua esses materiais e equipamentos antigos por outros modernos. O custo pode ser um pouco mais alto em um primeiro momento, no entanto, os benefícios a longo prazo são muito maiores. Equipamentos modernos têm vida útil maior e dão a tranquilidade que a residência estará protegida de acidentes elétricos.

4. Seguir as normas de segurança

As Normas Regulamentadoras (NRs) foram criadas na década de 1970 como forma de normatizar as obrigações que as empresas deveriam cumprir para garantir a segurança dos trabalhadores em determinadas atividades, como na construção civil. No caso das atividades que envolvem eletricidade, a regulamentação é feita pela NR10.

O texto diz sobre a necessidade de desligar o quadro de energia ao realizar algum procedimento elétrico, troca de materiais danificados, evitar uso de extensões ou ligar muitos equipamentos em uma mesma tomada, entre outros cuidados.

Agora que você sabe mais sobre alguns cuidados que deve tomar na instalação elétrica residencial, que tal seguir nosso perfil nas redes sociais? Nós estamos no Twitter e no Facebook.