Dicas para pintar casa e a manutenção da pintura

Engana-se quem pensa que é necessário pintar casa uma única vez.

Fazer a manutenção deste serviço também é fundamental.

 

 

Dicas para pintar casa e manutenção da pintura:

Para a manutenção do aspecto estético da pintura.

Recomenda-se que sejam feitas limpezas periódicas anuais da superfície pintada para remoção de:

  • Tinta de composta
  • Maresia
  • Poluição
  • Micro-organismos
  • Outros contaminantes
  • Sujeiras.

Nesta limpeza deve-se usar água com detergente neutro e esponja macia e realizá-la de forma suave e homogênea.

 

Nas paredes externas, o melhor a fazer é aplicar um jato de água pressurizado.

Caso exista muita fuligem, pode-se usar detergente diluído em água, com uma vassoura de pêlos, antes de jatear a superfície com água.

 

Mesmo no caso de edifícios, o hidrojateamento a cada 18 ou 24 meses é uma excelente forma de manutenção da pintura externa, prolongando sua aparência visual original.

 

O tempo para pintar casa novamente depende das condições da superfície e da conservação da pintura.

Normalmente, tem de ser refeita a cada três ou quatro anos.

Mas pode variar de acordo com o produto utilizado, o ambiente em que a tinta está exposta e a cor escolhida.

 

O uso de produtos de boa qualidade e a sua correta aplicação farão com que o intervalo entre as pinturas seja maior.

 

Para se obter o melhor desempenho e benefícios oferecidos pelos produtos de alta tecnologia.

É importantíssimo seguir as recomendações expressas nas embalagens dos produtos e nos boletins técnicos.

 

Antes da aplicação da tinta, um profissional especializado precisa fazer a avaliação da superfície a ser repintada.

Se existirem patologias, como:

  • Mofo
  • Descascamento
  • Trincas
  • Fissuras
  • Irregularidades

Estas devem ser corrigidas.

 

Também é importante lixar as paredes antes de fazer a repintura.

Isso irá garantir a aderência do produto utilizado como acabamento e a uniformidade em sua absorção.

 

Pintar casa

 

O processo completo para pintar casa envolve basicamente quatro etapas:

  1. Preparação de superfície
  2. Aplicação de fundos
  3. Nivelamento
  4. Pintura.

A recomendação é iniciar o trabalho pelo teto, depois passar para as paredes, para as portas e janelas e, finalmente, para o rodapé.

 

Caso se opte pelo acabamento com papel de parede, faixas decorativas ou aplicação de detalhes em madeira, toda a pintura deve ser finalizada primeiro.

 

Nas superfícies em gesso, a pintura deve ser feita em conjunto com o local onde ele está fixado.

É preciso salientar que tanto na primeira aplicação de tinta quanto na repintura, o preparo das superfícies é fundamental.

Sem isso, toda a pintura pode ficar seriamente prejudicada.

Já que a resistência, a eficiência e a proteção oferecidas pelos produtos de acabamento diminuem.

 

Seguir corretamente estas etapas garante pintura perfeita, melhor acabamento e maior durabilidade.

 

Fontes: Guia CASA DO CONSTRUTOR Didiel Tebar (consultor de Cores e Produtos da Tintas MC), Henrique Striker (gerente de Produtos das Tintas Coral) e Suvinil.