Sustentabilidade: escoras de madeiras x escoras metálicas

Escoras Metálicas são excelentes equipamentos que servem para escorar provisoriamente elementos estruturais (lajes, vigas), suportando pontualmente as cargas conforme sua capacidade.

Escoras metálicas x escoras de madeiras.

Um dos itens mais importantes das obras são as escoras, podendo ser escoras de madeiras ou escoras metálicas.

 

A escora é utilizada como uma espécie de estrutura provisória, destinada a suportar cargas de estruturas permanentes e não permanentes.

Ela é empregada quando existe a necessidade de “apoiar” ou “segurar” uma construção que está sendo executada até que esta adquira resistência o suficiente para se tornar autoportante.

 

A escora pode ser utilizada junto com alguns acessórios ou ainda fazendo parte de um sistema misto, com torres de cargas para “apoiar” (ou escorar) pilares, lajes e vigas.

 

Produtividade

Quando o assunto é produtividade, a Mecan, fabricante de escoras, garante que os equipamentos metálicos.

Previamente estudados e concebidos de acordo com um bom projeto de engenharia, podem ser até oito vezes mais eficientes que os produzidos em madeira.

 

Além disso, quando comparada com a escora de madeira, a escora metálica ganha nos mais diversos aspectos:

  • É de simples manuseio,
  • Não exige mão de obra especializada,
  • Tem fácil armazenagem (em apenas 3 m² é possível acomodar até 500 escoras),
  • Pode ser reutilizada inúmeras vezes, tem ampla aceitação de mercado,
  • É compatível com as mais comuns exigências de carga de obras diversas e tem fácil aplicação em obras de pequeno, médio e grande portes
  •  É ainda sustentável, podendo ser reciclada no fim da sua vida útil.

 

Tempo de execução:

De acordo com dados da Mecan, o tempo de execução dos trabalhos com o uso das escoras metálicas é cerca de cinco vezes menor.

Quando comparado com o processo envolvendo escoras de madeira.

 

O que acontece é que enquanto as escoras de madeira têm baixas durabilidade e produtividade na montagem e desmontagem.

Execução demorada, pouca resistência nas ligações e nas emendas e grandes deformações quando submetidas a variadas e bruscas mudanças de temperatura e umidade.

 

Segurança:

No quesito segurança, o ponto positivo também vai para os equipamentos metálicos.

Eles têm estrutura mais resistente, são modulares, em menor número, deixando a obra mais organizada e limpa e contribuem para a diminuição do risco de acidente.

 

Estes produtos também são produzidos em conformidade com as normas de segurança.

E seguem rigorosamente todas as exigências impostas pelo Ministério do Trabalho e Emprego através da NR-18 e da NBR-15 696-Norma de Formas e Escoramento.

 

Sustentabilidade:

As escoras metálicas merecem destaque em outro aspecto: a sustentabilidade.

O que acontece é que, na maioria das vezes, as escoras de madeira são fabricadas com madeira sem certificação.

 

Outro ponto que torna a escora de madeira inimiga da natureza é a quantidade de resíduos gerados na sua confecção.

Já com os sistemas metálicos nada disso ocorre.

 

Sua fabricação é concebida de forma segura e ecologicamente correta.

Sem contar que todos os resíduos gerados neste processo são devidamente tratados antes de serem descartados