Esmerilhadeira: para que serve e como usar?

A esmerilhadeira surgiu nos anos 30. Nessa época, as indústrias automotiva e bélica cresciam e, por isso, foi necessário criar uma ferramenta que pudesse dar acabamento nos produtos de forma mais eficaz.

 

Como usar Esmerilhadeira

 

Aqui no Brasil a primeira esmerilhadeira chegou ao longo da década de 50, período em que surgiam as grandes fábricas. A ferramenta, desde então, vem sendo usada tanto para dar acabamento em superfícies quanto para cortar materiais mais resistentes. Quando tem uma escova acoplada a ela, ainda serve para limpar a ferrugem de qualquer peça.

É bastante provável que você já tenha visto uma esmerilhadeira sendo usada ou já utilizou uma. No texto de hoje você vai conhecer melhor como funcionam essa ferramenta e, ao final, saber qual a mais interessante para a reforma da sua casa. Boa leitura!

Como funciona a esmerilhadeira?

Também chamada de rebarbadeira, a esmerilhadeira pode ser usada tanto para serviços profissionais quanto para um hobby de final de semana. Cada uso e atividade exige um modelo diferente, por exemplo: a angular é a mais comum no mercado, enquanto que a de funcionamento à bateria é mais indicada para locais sem eletricidade, como ambientes externos.

Já a esmerilhadeira pneumática é usada em oficinas, pois necessita de um compressor de ar para funcionar. Você já deve ter compreendido que a esmerilhadeira funciona como um tipo de amolador: de diferentes tamanhos, esse equipamento serve para lixar e dar acabamento em diversos tipos de materiais. Veja, a seguir, como escolher o melhor modelo.

Escolhendo a melhor opção

Para escolher uma esmerilhadeira, você precisa ter em mente, antes de mais nada, onde será usada a ferramenta. Isso porque há diferentes discos — a parte que lixa — que variam de 115 a 230 mm. Por exemplo, os modelos menores servem para trabalhos domésticos, como lixar peças em madeira, cortar azulejos e outros serviços pequenos.

Porém, para trabalhos pesados, como cortar grandes peças de concreto e demais materiais duros, você vai precisar de uma esmerilhadeira profissional, com disco bem maior. O disco, aliás, é outra coisa a se levar em consideração na hora de escolher o equipamento: a peça usada deve ser compatível tanto na medida quanto na dificuldade do trabalho a ser realizado.

A esmerilhadeira permite que outros acessórios sejam acoplados em sua estrutura, como as escovas rotativas. Nesse caso, o equipamento passa a ser usado na retirada de ferrugem ou sujeira das superfícies. Também existem os discos diamantados que, quando fixados na esmerilhadeira, servem para realizar cortes em materiais duros, como concreto, pedra, mármore, granito e mais.

Protegendo-se enquanto usa a esmerilhadeira

É importante destacar que a esmerilhadeira é uma ferramenta que precisa ser levada a sério, pois, caso contrário, pode causar graves ferimentos. A melhor forma de se proteger, portanto, é usando os equipamentos de proteção individual, os chamados EPIs. Ao lixar e dar acabamento em peças, sejam grandes, sejam pequenas, não se esqueça de usar luvas, óculos de segurança, máscara e protetor auricular.

Além disso, quem opera a ferramenta, seja a trabalho, seja por lazer, realizando atividades de bricolagem, por exemplo, deve sempre usar uma capa de proteção por cima de uma camiseta de mangas longas. Isso porque ela pode soltar pequenas fagulhas enquanto lixa e, ainda, fragmentos do próprio disco podem atingir quem a manipula. Há também perneiras de segurança.

Hoje a tecnologia das esmerilhadeira já está bastante avançada e diversos itens de segurança foram aprimorados. Por exemplo, existem ferramentas com proteção de religamento, o que não permite que a esmerilhadeira ligue sozinha. Há também discos especiais que são retirados sem esforço e, ainda, sistemas de funcionamento que somente deixam o equipamento atingir velocidade máxima de rotação após alguns segundos.

Realizando o manuseio correto da ferramenta

Técnicos recomendam que a esmerilhadeira seja sempre utilizada por quem já tenha certa experiência com a ferramenta. Isso porque a posição em que o trabalho é realizado importa bastante na hora de se evitar acidentes: por exemplo, para desbastar uma peça a esmerilhadeira deve estar sempre em um ângulo de 35 graus.

Já na hora de cortar um material, seja esse de qualquer resistência, a ferramenta precisa estar em pé, em um ângulo de 90 graus. Além disso, jamais se deve acoplar um disco de diâmetro incompatível com a esmerilhadeira: cada modelo do equipamento tem seus próprios tipos de discos, que estão sempre listados na ficha técnica.

Todos os cuidados citados aqui, além de evitarem riscos para quem opera a esmerilhadeira, aumentam a durabilidade da ferramenta.

Usando o disco mais indicado para cada tarefa

Disco de corte

O disco de corte, como o nome já sugere, é necessário para fazer cortes em geral, nos mais variados materiais: metal, aço, pedra e mais. Existem também os discos diamantados, mais usados em cortes de materiais de construção, como tijolos e revestimentos, e o disco multicorte, que pode servir em diferentes trabalhos, desde azulejos até alumínio e inox.

Disco de desbaste

Esse disco é usado para acabamentos, para retirar o excesso de alguma superfície, limpar uma peça antes da solda ou eliminar rebarbas e imperfeições. Sua principal função é lixar e, portanto, também serve para preparar materiais que serão pintados ou revestidos, o que causa um resultado final ainda mais interessante.

Disco Flap

Por fim, o disco flap serve para dar acabamento em diversos tipos de peças. Com uma lixa com base de plástico nylon, o flap pode remover tinta, pontos de ferrugem, solda e muito mais, o que permite que as peças recebam um acabamento ainda melhor — mas vale destacar que cada trabalho exige uma granulatura diferente da lixa.

Concluindo, existem diferentes tipos de esmerilhadeira e acessórios, e cada um deles é mais indicado para determinado serviço. Na hora de comprar ou alugar seus equipamentos, selecione a ferramenta que melhor possa satisfazer as suas necessidades, seja cortar um piso, seja abrir cortes no concreto etc.

Está começando a construir ou reformar a sua casa? Que tal ficar por dentro do assunto para economizar tempo, dinheiro e evitar dor de cabeça? Conheça todos os materiais que estão à sua disposição para que a construção civil nunca mais seja um assunto complicado!