Gerador elétrico: entenda sua aplicabilidade em obras civis

É impossível prever quando vai faltar energia elétrica, certo? Se esse acontecimento é capaz de gerar prejuízos em uma residência, imagine em uma obra! Por esse motivo, é comum o uso de um gerador elétrico na construção civil.

Essa máquina tem como finalidade transformar energia mecânica, geralmente a queima de combustível como gasolina ou diesel, em energia elétrica. Para evitar panes nos aparelhos e prejuízos, tanto para a empreiteira quanto para a equipe que realiza a obra, como atrasos no prazo de entrega, um gerador se faz necessário.

Se você ainda não se convenceu de que precisa desse maquinário, fique atento! Mostraremos, neste post, como é possível identificar a necessidade dele e qual é o melhor para a sua obra. Acompanhe!

Como identificar a necessidade de ter um gerador elétrico?

Independentemente do tamanho da obra, contar com um gerador de energia elétrica é essencial. Isso porque ele colabora com a manutenção da segurança do local, já que seu uso evita gambiarras e a utilização de vários equipamentos em somente uma fonte de energia.

Assim como os equipamentos da obra que envolvem proteção individual, o gerador é um item básico de segurança. O que quer dizer que todo canteiro de obras precisa utilizá-lo. As normas preventivas devem ser seguidas e toda prática perigosa deve ser coibida pelos responsáveis.

Além disso, como foi mencionado, a falta de energia ou os apagões são difíceis de serem previstos. Sendo assim, contar com um gerador previne perdas de trabalho na parte administrativa da obra, caso haja um espaço de escritório no local.

Como escolher o melhor gerador para o seu tipo de obra?

Antes de optar por um tipo de gerador, é preciso ter em mãos algumas informações indispensáveis sobre a obra em que ele será utilizado. Primeiro, o responsável terá que calcular o dimensionamento total da necessidade de energia e para onde ela será direcionada.

Além disso, é necessário estar atento à voltagem e à amperagem necessárias para realizar toda a operação, se a tensão será monofásica ou trifásica e por quanto tempo o gerador funcionará por dia. Normalmente, um grupo gerador de energia elétrica funciona por 8 horas ininterruptas, mas precisa de 4 horas de descanso para inspeções e manutenções preventivas.

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é se o equipamento tem atenuador de ruído. Principalmente em lugares urbanos e com frequência alta de movimento de pessoas, esse é um cuidado que precisa ser tomado para não incomodar a vizinhança.

Como você pôde perceber, é importante ter um gerador elétrico na sua obra, tanto para se prevenir em relação às quedas de energia quanto para aumentar a oferta disponível para operar mais equipamentos ao mesmo tempo, se for o caso. Em ambas as situações, o recomendado é contar com uma empresa séria e capacitada para fazer a locação dessas máquinas, como a Casa do Construtor.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite para conhecer todas as nossas opções de geradores. Temos certeza de que uma delas é a que a sua obra precisa!