Lista de material de construção: aprenda a montar a sua!

Você já foi ao mercado e quando foi cozinhar, lavar roupa ou fazer alguma tarefa percebeu que faltava algum item? Já esqueceu algo e acabou tendo que pagar mais caro para comprar rapidamente depois? Provavelmente sim! E isso é mais comum e sério do que você imagina. Muitas pessoas também esquecem insumos, materiais e equipamentos por não fazer uma lista de material de construção.

lista de material de construção

A consequência disso é que, muitas vezes, as compras são feitas ou no momento errado, interferindo no fluxo de caixa e no lucro final, ou a obra é atrasada pela ausência de algum material imprescindível. Quer saber como evitar essa situação? Então continue lendo nosso post!

Importância de montar uma lista de material de construção

Uma obra é composta por várias etapas e serviços diversos. Para cada um deles são necessários diversos tipos de materiais, ferramentas e equipamentos. A fim de evitar atrasos e gastos desnecessários ou imprevistos é essencial que, para cada etapa, seja realizada uma lista com os materiais necessários.

Contudo, não basta apenas listar os materiais e quando devem estar disponíveis, é imprescindível saber também qual é a quantidade correta para que não falte ou sobre em grande quantidade.

Em grandes empresas, outro fator que pode ocasionar uma compra ineficaz é a burocracia, uma vez que geralmente todos os pedidos precisam ser aprovados, provocando ainda mais atraso no prazo do empreendimento.

4 dicas para a montagem de uma lista eficiente

1. Elabore um levantamento de quantitativos

Para saber a quantidade de materiais necessários em cada etapa da obra é necessário um planejamento geral das atividades — planejamento macro — e um que envolve as atividades do dia e da semana.

Além de determinar quais atividades serão realizadas e quando, é preciso levantar a quantidade de serviços e calcular a quantidade de materiais que deverão ser comprados, já considerando um percentual de perda para evitar que a execução dos serviços seja interrompida.

2. Faça um orçamento

Uma boa lista de materiais também indica o preço de cada material e em qual fornecedor ou loja será adquirido. Após fazer o levantamento de quantidades e realizar orçamentos para definir o custo de cada material, você saberá quais materiais representam maior gasto na obra.

Existe uma teoria que afirma que cerca de 20% dos materiais representa 80% do custo. Então, descubra quais são esses 20% e foque em obter melhores negociações neles, não os deixando faltar no canteiro de obras.

3. Categorize a lista de acordo com a fase da obra

Toda obra apresenta um fluxo de caixa que está diretamente relacionado com o lucro final. A saída de dinheiro deve estar balanceada com a entrada. Por isso, uma boa lista de materiais leva em consideração quais são necessários naquele momento, evitando que a retirada seja maior do que o realmente necessário.

Para que isso seja feito da melhor forma possível, é importante contar com um cronograma de compras elaborado de acordo com cada fase da obra e também com o fluxo de caixa.

4. Leve em consideração o armazenamento dos materiais

Ao elaborar a lista de materiais também é importante levar em consideração se há espaço para armazenar todos os materiais a serem adquiridos. Se não houver, é preciso pensar se a entrega pode ser programada ou em outra solução de armazenamento, como aluguel de um galpão ou construção/ampliação do almoxarifado.

Elaborar uma lista de material de construção não é algo simples, mas é imprescindível para o sucesso de qualquer obra. Lembre-se sempre de levar em consideração todos os fatores citados neste texto. Com certeza você obterá sucesso!

Se você gostou de nossas dicas, então compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que seus amigos também aprendam a fazer uma lista de compra de materiais de construção. Até a próxima!