O que é eflorescência e como resolver?

Você já viu paredes ou pisos que apresentam manchas esbranquiçadas na superfície? Já tentou limpar essas manchas e elas retornaram? Se a resposta pra alguma dessas perguntas é sim, você sabe o que é eflorescência. Isso acontece quando a água dissolve sais como hidróxido de cálcio, presentes no cimento e na cal.

o que é eflorescência

 

Como os rejuntes, argamassas, tijolos, pedras ornamentais, cerâmicas e concreto são materiais porosos, quando a água evapora, esses sais se solidificam e reagem com o dióxido de carbono presente no ar, formando as manchas.

Quer entender mais sobre o que é eflorescência, como evitá-la ou impedir seu avanço? Então continue a leitura!

O que é eflorescência?

A eflorescência é uma espécie de depósito de cristais provenientes de sais que estavam dissolvidos na água e que, após sua evaporação, formam manchas na superfície.

As manchas resultantes da eflorescência em geral são brancas, mas também podem apresentar tons esverdeados ou mais escuros, dependendo do tipo de sal ou fungos que estão misturados com a água.

Algumas das causas que proporcionam a origem da eflorescência são:

  • quando o material utilizado na construção apresenta alto teor de sais solúveis;
  • quando o local ou ambiente é muito quente e úmido;
  • quando a preparação de um material como argamassa e concreto ou execução de alvenarias e revestimentos envolve excesso de água no preparo;
  • quando a pintura é feita sobre reboco que ainda está úmido (antes de 28 dias);
  • quando a areia apresenta impurezas;
  • quando a estrutura, concreto, argamassa, rejuntes e revestimentos apresentam fissuras.

Como impedir o avanço da eflorescência?

Utilizar materiais apropriados

A escolha do cimento é um passo importante, uma vez que existem diversas opções com composições diferentes. O Cimento Pozolânico (CP-IV) apresenta menor porosidade e por isso é mais adequado para empreendimentos expostos à água corrente. Já o Cimento de Alto Forno (CP-III) apresenta baixa concentração de hidróxido de cálcio.

Utilizar materiais impermeáveis

As mantas impermeáveis podem ser rígidas ou flexíveis e impedem ou reduzem que a umidade do solo entre em contato com os revestimentos. Também existem aditivos impermeabilizantes que reduzem a quantidade de absorção de água.

Realizar manutenções preventivas

Quando rejuntes ou revestimentos apresentam fissuras ou quando as juntas de movimentação estão danificadas, facilitam o aparecimento de eflorescência e outros tipos de manifestações patológicas. Por isso, é importante sempre realizar manutenções, evitando o aparecimento de fissuras e realizando as trocas de acordo com as informações dos fabricantes.

Como remover a eflorescência da superfície?

Utilizar ácidos

Os ácidos sulfâmico e acético podem ser usados para remover as manchas, porém é preciso consultar a quantidade e a forma correta de utilização para não manchar mais ou corroer as superfícies. Após o uso do ácido é essencial lavar o local com água abundante até que todo o excesso do produto seja retirado.

Utilizar removedores de eflorescência

No mercado já existem removedores prontos, que dispensam a necessidade de preparar misturas com ácidos. Eles também são menos perigosos que as limpezas realizadas por meio de ácidos, pois não são corrosivos ou irritantes.

Entretanto, dependendo do nível de degradação, pode ser necessário realizar uma nova camada de revestimento, seguindo os cuidados necessários na execução.

Em alguns casos, também pode ser preciso realizar uma investigação para descobrir de onde vem a água que está provocando a eflorescência.

Gostou de saber mais sobre o que é eflorescência? Não deixe de nos seguir no Twitter e no Facebook para acompanhar outros conteúdos como esse, que podem te ajudar na sua obra.