Parede verde: entenda o que é e como montar uma em sua casa

Estar em contato com a natureza é uma atividade cada vez mais difícil, especialmente nas grandes cidades. Entretanto, criar um ambiente com parede verde é uma alternativa interessante para quem vive em apartamentos ou casas pequenas. Além de melhorar o equilíbrio da temperatura, essa técnica permite reduzir os ruídos externos e também a combater a poluição.

 

casa parede verde

 

Portanto, se você adora cultivar plantas e deseja construir um belo jardim vertical, veio ao lugar certo. Neste post vamos mostrar quais os passos necessários para montar esse tipo de ambiente em seu imóvel. Confira!

Afinal, o que é uma parede verde?

Também conhecida como jardim vertical, o conceito da parede verde está diretamente relacionado à utilização da natureza como principal elemento decorativo. De modo geral, trazer o meio ambiente para espaços residenciais permite um convívio maior com plantas de diversos tipos e formatos. Assim, além de conferir cores mais vivas, esse tipo de estratégia decorativa coloca em evidência a elegância da vegetalidade.

Como criar e cultivar uma parede verde em casa?

Os jardins verticais podem ser montados em ambientes internos, externos, fachadas residenciais, comerciais, áreas de piscina e muito mais. Atualmente existe uma série de plantas que podem ser empregadas no paisagismo, podendo necessitar de muita ou de pouca luz para serem cultivadas. Com tantas variáveis, criar uma parede verde demanda certos cuidados importantes. Confira nossas dicas de montagem e manutenção!

Defina o tipo de estrutura e substrato

O formato da parede verde é fundamental para determinar a harmonia do ambiente em relação a esse tipo de decoração. A parede verde pode ser composta pela disposição de vasos de plantas no sentido vertical ou, ainda, preencher o espaço de nichos e telas em peças de concreto, ferro ou madeira de modo a deixar o ambiente visualmente mais colorido e vivo.

O substrato para preparação das plantas é fundamental para a sua vitalidade. Vale lembrar que por se tratar de elementos vivos, a falta de cuidado pode deixar as plantas secas e sem vida. Assim, opte por produtos específicos para esse tipo de jardim. O crescimento das raízes e a infiltração da água se dão de forma distinta do modelo convencional, por isso a importância da manutenção constante.

Escolha as plantas ideais para o ambiente

A iluminação natural é fator indispensável para o desenvolvimento das plantas. Sendo assim, o espaço reservado para esse tipo de elemento deve receber quantidade suficiente de luz. Portanto, antes de escolher o melhor tipo de planta, verifique as exigências de cada espécie, especialmente em relação à umidade, temperatura e iluminação.

Se deseja, por exemplo, uma parede verde mais densa, escolha plantas com folhagem arqueada. Por outro lado, se o ambiente que deseja reformar possui pouca entrada de ar, as plantas epífitas ou rupícolas podem ser boas opções, já que se adaptam a condições menos favoráveis.

Considere a necessidade de irrigação e poda

Por fim, é indispensável verificar a disponibilidade de água e necessidade de irrigação das plantas para seu jardim vertical. Tanto o excesso quanto a falta de água podem prejudicar o desenvolvimento da planta. Outro fator a ser considerado é a frequência de poda, afinal, o seu crescimento está diretamente relacionado ao corte de folhas secas e manutenção das raízes.

Assim, montar uma parede verde é uma atitude que pode fazer toda a diferença na decoração de um imóvel. A natureza confere um efeito muito positivo sobre os ambientes em que está presente, o que reflete no bem-estar físico e mental dos moradores. Por isso, apostar nesse tipo de decoração é muito importante, mesmo para quem vive em espaços pequenos.

E, aí, o que achou das nossas dicas? Se gostou, não deixe de nos seguir em nossas redes sociais. Estamos no Facebook e também no Twitter.