Pintura de área externa: confira 3 dicas para um trabalho impecável

Mudar a pintura da casa é uma maneira de renovar a decoração sem gastar muito. No entanto, quando falamos desse tema, engana-se quem pensa que a única responsável por uma pintura maravilhosa é a tinta. Inclusive, essa regra não é distinta para a realização da pintura da área externa.

 

Pintura de área externa

 

Normalmente, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre esse assunto, pois diversos cuidados precisam ser tomados para proporcionar um ótimo resultado na pintura externa. Então, para realizar essa tarefa, é preciso existir um planejamento.

Por ser uma ação comum, muitos acreditam que realizar a pintura das paredes é algo extremamente simples. De fato, é uma tarefa descomplicada, se os cuidados necessários forem realizados. Continue a leitura e confira 3 dicas para um trabalho impecável!

1. Tamanho das paredes a serem pintadas

Medir corretamente a parede em que será realizado o trabalho de pintura é fundamental para o projeto. Realizar a medição diminui as chances de prejuízos em relação à quantidade de tinta.

Desse modo, para realizar o cálculo, é necessário levar em consideração os seguintes dados:

  • quantos metros quadrados tem a casa;
  • qual o efeito desejado na pintura;
  • quantas passadas de tinta serão necessárias para obter o resultado desejado.

Não se esqueça de que é sempre melhor sobrar tinta do que faltar. Além disso, é essencial ficar atento às cores escolhidas durante a medição das paredes. As tonalidades escuras, por exemplo, cobrem com mais rapidez e permitem que você encontre com mais agilidade as falhas e as áreas que precisarão de mais quantidade de tinta.

2. Fatores externos

É necessário ficar atento aos fatores externos, como o tempo. É normal que em um país tropical, como o Brasil, ocorram longos períodos de calor intenso e que chuvas inesperadas aconteçam durante o verão. Logo, é fundamental que você preste atenção nas condições climáticas durante todo o dia.

Desse modo, busque fazer a pintura externa nos dias em que não exista a possibilidade de chuva. Tente separar, pelo menos, um período de uma semana para o trabalho. Assim, a tinta aplicada vai secar rapidamente e os retoques poderão ser feitos de uma única vez, com o intuito de evitar o mau acabamento da parede.

3. Preparação da parede

Antes de iniciar a pintura da área externa, é necessário observar as condições da parede. Certifique-se de que ela não apresenta rachaduras, infiltrações ou até mesmo algum tipo de sujeira.

É normal que as paredes que serão pintadas apresentem locais com a tinta descascada. Nessas situações, é necessário utilizar lixas grossas e espátulas para acertar o acabamento. É fundamental que esse zelo seja tomado, a fim de que a pintura tenha o efeito desejado.

Nos pontos em que a tinta ainda não descascou por inteiro, você pode usar lixas mais finas, com o objetivo de efetuar um excelente acabamento. Assim, é possível reduzir a percepção de regiões irregulares de uma parede. Para isso, também é recomendada a aplicação da massa acrílica.

Siga as dicas mencionadas para realizar uma pintura da área externa impecável! Lembre-se sempre de avaliar a área para realizar as ações necessárias e, consequentemente, obter um excelente resultado. Uma execução eficiente pode  elevar a reputação do seu serviço e a indicação de novos clientes.

Nosso artigo foi esclarecedor e útil para você? Ficou com alguma dúvida ou gostaria de ter mais informações? Entre em contato conosco! Será um prazer atendê-lo!