Pintura rápida: aprenda dicas de como agilizar essa etapa na obra

A pintura de paredes é um aspecto muito importante na decoração, podendo influenciar até o comportamento das pessoas. Para realizar um bom trabalho, porém, é preciso dominar certas técnicas e seguir procedimentos importantes. Então, para não atrasar ainda mais a obra de reforma ou construção, pode ser uma excelente alternativa adotar técnicas de pintura rápida.

 

Pintura Rápida

 

Se você não sabe como tornar o processo de pintura mais fácil, não se preocupe: reunimos aqui as principais dicas para agilizar essa etapa. Continue lendo e entenda melhor esse assunto!

Como funciona o processo de pintura?

O principal desafio durante a pintura de ambientes é realizar um trabalho limpo e rápido. Ou seja, evitar a desorganização em excesso e, principalmente, o desperdício de materiais. Por isso, antes de passar o rolo de tintas, é fundamental seguir as etapas de preparação.

Em primeiro lugar, antes de começar a aplicar a tinta, esvazie o local a ser pintado para evitar que os móveis estraguem. Além disso, lixe a superfície a ser pintada, remova qualquer resquício de poeira do ambiente, para dirimir possíveis deformações na pintura, e proteja o piso contra respingos.

Como realizar uma pintura rápida?

Além do processo de preparação, que tem um papel muito importante para garantir um melhor resultado, existem pontos que também podem ajudá-lo a economizar tempo na obra, como utilizar equipamentos adequados e escolher corretamente as cores. Confira, a seguir, mais detalhes sobre como agilizar esse processo!

Prepare a superfície a ser pintada

O primeiro passo de preparação da superfície é, como dissemos, eliminar deformidades por meio do lixamento. É importante deixar a área lisa para receber o fundo preparador, conhecido como selador. Esse processo evitará a absorção excessiva de tinta, melhorando sua fixação e acabamento, além de gerar uma economia considerável de material.

Além disso, sempre que a parede for nova, será necessária a aplicação de massa corrida. Basta aplicar o produto conforme indicado na embalagem, com o auxílio de ferramentas próprias, como a desempenadeira e a espátula. Esse processo é muito útil para acabar com desníveis, ondulações e buracos na parede.

Escolha as cores corretamente

Existe hoje no mercado uma infinidade de tintas e colorações distintas. Além disso, tanto os tipos solúveis em água quanto as tintas a base de óleo podem ficar com a tonalidade diferente do mostruário. Por conta disso, para evitar surpresas e retrabalho é fundamental aplicar a tinta na parede antes, em pequenas amostras, para tomar a decisão certa.

Utilize equipamentos adequados

Uma das causas mais comuns para o comprometimento da pintura rápida é a não utilização de equipamentos e máquinas que aceleram esse processo. Ou seja, realizar o serviço manualmente apenas com rolos, pincéis e esponjas pode não ser recomendado. Por outro lado, o uso de máquinas de aplicação de tinta pode fazer com que o trabalho renda mais e seja realizado com maior eficiência e qualidade.

Ainda que não se trate de um serviço profissional de grande escala, é possível alugar praticamente todos os equipamentos necessários para sua realização. Na Casa do Construtor, por exemplo, você encontra desde máquinas para pintura à lixadeiras elétricas, tudo sem a necessidade de investir em equipamentos caros. Pense nisso!

Enfim, depois das dicas que apresentamos neste post, você já sabe como desenvolver um processo de pintura rápida e com máxima eficiência, certo? Agora, basta colocá-las em prática! Ao final, você perceberá que esses passos farão muita diferença no seu trabalho.

E aí, gostou da leitura? Se você achou que trouxemos informações úteis para o seu dia a dia, aproveite para conhecer melhor a nossa empresa e confira todas as soluções que oferecemos aos nossos clientes!