Qual a importância da manutenção preventiva no canteiro de obras?

Totalmente contrária à manutenção corretiva, que simplesmente repara máquinas e equipamentos fora de operação, a manutenção preventiva visa evitar o aparecimento de qualquer tipo de falha e prevenir quebras que afetem a produção. Ou seja, ela não consiste em realizar consertos, mas sim evitar ao máximo que qualquer tipo de problema venha a ocorrer.

Qual a importância da manutenção preventiva no canteiro de obras?

Sobretudo, essa prática de manutenção ganhou muito espaço nos canteiros de obras e na construção civil, pois tem se mostrado muito eficaz ao manter as máquinas e equipamentos operantes mesmo nas condições mais adversas.

Você conhece bem a manutenção preventiva? Sabe qual é a sua importância para um canteiro de obras? Confira a seguir e veja tudo o que você precisa saber sobre essa prática que permite que ótimos resultados sejam alcançados!

Redução das paralisações da obra

Um dos principais benefícios proporcionados pela manutenção preventiva é a diminuição significativa das paradas na obra. Afinal, ao realizar devidamente as práticas e procedimentos preventivos, consegue-se assegurar que as máquinas mantenham as melhores condições de trabalho, evitando quebras e falhas.

O resultado? Tem-se uma diminuição expressiva nas paralisações da obra devido a qualquer tipo de problema nas máquinas.

Maior disponibilidade dos equipamentos

A lógica é muito simples: ao reduzir as paralisações dos equipamentos, tem-se maior disponibilidade deles na obra, correto?

Portanto, a correta realização dos procedimentos preventivos — tanto os descritos no manual, quanto os definidos internamente na obra — maximiza o tempo disponível dos equipamentos e também aumenta a confiabilidade, garantindo que o canteiro mantenha elevada produtividade.

Reduz a incidência de despesas inesperadas

Com a realização de práticas preventivas como inspeções regulares, troca de filtros e itens vitais da máquina, lubrificação, entre outros cuidados, reduz-se as intervenções corretivas nas máquinas e equipamentos, que são manutenções caras e inesperadas.

Consequentemente, evitam-se quebras e falhas, reduzindo a incidência de despesas capazes de encarecer ou prejudicar a obra.

Aumenta a longevidade dos equipamentos

Todo e qualquer manual apresenta ao operador uma série de práticas e procedimentos preventivos que devem ser seguidos para manter a máquina ou equipamento em operação de forma confiável. Nesse sentido, a manutenção descrita nos manuais é majoritariamente preventiva. Portanto, é preciso segui-la devidamente nos canteiros de obras.

A realização desses procedimentos, além de garantir a confiabilidade das máquinas e evitar gastos desnecessários, impacta consideravelmente a longevidade do equipamento.

Melhora a operação

Por fim, deve-se destacar também que a manutenção preventiva pode melhorar a operação e otimizar os resultados no canteiro de obras. Como esses procedimentos garantem que os recursos disponíveis estarão sempre em sua melhor condição, os responsáveis pelo canteiro terão máquinas confiáveis e que permitam manter uma elevada produtividade sempre à disposição.

Como você viu ao longo deste conteúdo, é fundamental que os gestores de obra e engenheiros tenham em mente a importância da devida aplicação da manutenção preventiva.

Afinal, além de diminuir os custos da obra e garantir a maior disponibilidade possível, ela assegura o melhor desempenho das máquinas disponíveis, evitando qualquer quebra que possa levar a acidentes e paradas que impactam o andamento da obra.

Agora que você já sabe qual a importância da manutenção preventiva no canteiro de obras, não deixe de ler como a tecnologia pode ajudar na segurança da sua obra!

[ssba]