Tire 4 principais dúvidas sobre a plaina elétrica

A plaina elétrica é uma ferramenta muito utilizada em serviços de carpintaria. Por conta de sua versatilidade, esse equipamento pode ser facilmente empregado para desengrossar e nivelar madeiras rústicas. Além disso, alguns modelos são capazes de oferecer melhor acabamento em peças de formatos distintos.

 

Dúvidas sobre Plaina Elétrica

 

Em linhas gerais, a plaina é ideal para redução de irregularidades em superfícies de madeira, além de oferecer melhores resultados em trabalhos de marcenaria e reformas gerais. Ficou interessado no assunto? Então continue a leitura e saiba tudo sobre esse dispositivo.

1. Para que serve uma plaina elétrica?

A plaina elétrica pode ser utilizada para ajustar a superfície irregular de madeiras rústicas, cortar arestas, recortar cantos em formato de meia-lua, entre outros. Entretanto, é possível encontrar alguns modelos capazes de oferecer um acabamento mais trabalhado, como na confecção de molduras decorativas, criação de arcos em toras e muito mais.

2. Quais as funcionalidades dessa ferramenta?

Composta por um corpo de metal, as plainas mais modernas apresentam uma base plana e/ou curvada e uma lâmina afiável. Os modelos elétricos contam com um sistema de ajuste milimétrico do corte, proporcionando maior controle sobre os níveis de desgastes na peça trabalhada.

Como ressaltamos no início do texto, esse equipamento é muito versátil e pode ser útil em diversos projetos. Assim, suas funções dependem diretamente do tipo de trabalho a ser realizado, sendo eficiente no desbaste grosseiro ou acabamento de tábuas e até mesmo de tampos inteiros.

3. Quais são os modelos de plainas?

Atualmente, existem no mercado três tipos de plainas, podendo ser elétrica, de calço e manual. No primeiro modelo, duas lâminas rotativas ficam responsáveis pela realização do corte. Já a plaina manual realiza as mesmas atividades que a anterior, porém, não conta com sistema elétrico e demanda maior esforço para realização do trabalho.

Por fim, a plaina de calço (ou acabamento) é utilizada no desbaste das peças de modo que seu tamanho seja ajustado durante a instalação de portas, janelas, gavetas e demais estruturas de madeira. Vale destacar, porém, que acessórios como esquadro, guias, grampos e morsas são fundamentais para proporcionar melhor controle sobre o corte e acabamentos mais delicados — independente do modelo escolhido.

4. Como escolher o equipamento mais adequado?

A escolha do equipamento ideal envolve uma série de observações que devem ser feitas antes da decisão final. Embora entender bem a função de cada modelo seja fundamental, também é preciso buscar informações técnicas de cada ferramenta. Questões como potência, rotação, lâmina e níveis de corte podem interferir diretamente no trabalho.

Nesse sentido, se pretende realizar tarefas pontuais e de baixa complexidade, um equipamento de menor potência pode ser o suficiente para oferecer um aplainamento de qualidade. Além disso, plainas que oferecem mais opções de velocidades de rotação da lâmina permitem um corte mais limpo, evitando o retrabalho.

Assim como a velocidade, o ajuste do nível de corte é uma característica indispensável para facilitar a tarefa a ser executada. Madeiras com irregularidades podem demandar uma espessura maior de corte e, consequentemente, lâminas mais rápidas e afiadas.

Por fim, a utilização da plaina elétrica é muito importante na execução de serviços em madeira. Conhecer suas características e funcionalidades, portanto, é o primeiro passo para dominar o equipamento. Contudo, vale ressaltar que a escolha deve ser baseada em aspectos além do design. Por isso, procure uma ferramenta que ofereça conforto e facilidade durante a operação, além de segurança no seu manuseio.

Agora que você já sabe os principais aspectos técnicos e funcionais da plaina, o que acha de continuar aprofundando seus conhecimentos sobre ferramentas elétricas? Para isso, leia nosso artigo sobre esmerilhadeira e tire todas suas dúvidas sobre esse equipamento.