Você sabe como guardar materiais de construção? Descubra agora!

Você sabia que os insumos costumam representar mais da metade dos custos de uma obra? Não é por acaso que saber como guardar os materiais de construção é algo essencial tanto para os profissionais quanto para os contratantes do serviço.

guardar os materiais de construção

Além de otimizar a produtividade no canteiro, o armazenamento correto é responsável por conservar a qualidade dos materiais e evitar desperdícios. Neste artigo, mostraremos a você como guardar os materiais de construção mais utilizados em uma obra.

A importância do armazenamento correto

A desorganização no armazenamento de insumos pode provocar grandes prejuízos para o responsável da obra. Isso porque, além de prejudicar a produtividade dos profissionais — e, consequentemente, gerar atrasos nas entregas —, existe o risco de desperdícios e até mesmo da inutilização dos materiais armazenados.

A grande dificuldade é saber a forma correta de armazenar cada insumo. Como cada material de construção possui suas particularidades, estocar todos no mesmo local ou do mesmo modo certamente ocasionará em perdas. Para evitar que isso aconteça, é importante conhecer as características de cada matéria-prima e a maneira correta de armazená-las. É sobre isso que falaremos no próximo tópico.

Boas práticas para guardar os materiais de construção

Tijolos

Apesar de ser um material frágil, os tijolos não precisam ser armazenados em um local fechado. No entanto, é preciso que esse espaço possua um solo firme e sem umidade.

Uma boa prática é estocá-los próximos ao local da obra. Assim, além de garantir um espaço supervisionado, os funcionários ainda ganham em produtividade, já que será preciso menos tempo e esforço para transportar o material.

Para fazer o estoque de maneira correta, é preciso que os tijolos sejam empilhados. As recomendações do fabricante podem variar, mas em geral é comum que o armazenamento seja feito com 50 tijolos de comprimento, 10 de altura e 4 de largura. Recomenda-se também que a distância entre cada pilha seja de 80 cm.

Caso a obra conte com diversos tipos de tijolos, que podem apresentar formas, matérias-prima e resistências diferentes, é essencial que eles sejam estocados separadamente. O mesmo ocorre com os lotes: cada entrega do insumo deve ser armazenado em uma pilha distinta.

Cimento

Fundamental para toda construção, o cimento é um dos insumos que requerem uma atenção maior. Altamente perecível — sua vida útil é de aproximadamente 30 dias —, esse material deve ser bem protegido da umidade. Por isso, é preciso estocá-los em um local seco e fechado.

Para evitar que o cimento absorva umidade do solo, os sacos devem ser empilhados em uma plataforma a uma distância de 15 a 20 centímetros do chão. Para reduzir o contato com o ar, armazene as unidades próximas umas das outras.

Recomenda-se ainda que cada pilha possua no máximo 10 sacos de altura, que devem ser dispostos alternadamente em comprimento e em cruz para proporcionar mais estabilidade. Devido à baixa vida útil, é necessário destacar a data de recebimento de cada lote, garantindo que os profissionais utilizem os sacos mais antigos primeiro e diminuindo o risco de perdas.

Peças de aço

As peças de aço devem ser armazenadas de forma a evitar deformações e corrosões. Para isso, o recomendado é estocá-las em um ambiente fechado e sem umidade.

Para ganhar produtividade, recomenda-se que os locais de estocagem sejam pensados para diminuir a movimentação das peças pela obra. Assim, os vergalhões devem ser guardados próximos ao local de processamento, enquanto o aço cortado e dobrado deverá estar próximo à sua atividade de destino.

Outra boa prática é estocar separadamente as peças de diâmetros diferentes. Dessa forma, a evitam-se erros por pegar o insumo errado e ganha praticidade na obra.

Como você viu, saber guardar os materiais de construção é fundamental para o bom andamento de qualquer obra. Gostou dessas dicas e quer continuar acompanhando outros conteúdos exclusivos? Basta seguir nossas redes sociais: estamos no Facebook e no Twitter!